Patrono da ESPAMOL

BIOGRAFIA DO PATRONO
Tendo nascido em Paderne, concelho de Albufeira, em 27 de Novembro de 1916, veio a falecer, em Lagoa, em 28 de Abril de 1991, aos 74 anos, vítima de uma embolia cerebral.
Depois de concluir com distinção o ensino Primário, no concelho em que nasceu, prosseguiu os seus estudos no Seminário S. José, em Faro. Entrou no seminário antes de completar 14 anos, a 7 de Outubro de 1929, e terminou os estudos em Julho de 1939, com uma média geral de 16 valores.patrono
Como não tinha idade para ser ordenado sacerdote foi nomeado perfeito do Seminário na rua do Município (instalações anexas) e recebeu ordens menores. No ano lectivo de 1939/40 abraçou a carreira de professor no Colégio Farense, tendo leccionado Geografia, História e Latim.
Em 13 de Outubro de 1940 foi ordenado presbítero e nomeado prior de Vila do Bispo com responsabilidade pelas paróquias de Sagres, Raposeira, Budens e Barão de S. Miguel. Mais tarde assumiu, ainda, a paróquia de Aljezur. A 3 de Novembro do mesmo ano celebrou a primeira missa na sua terra natal. Enquanto prior promoveu a recuperação e conservação das igrejas e capelas a seu cargo e foi nomeado provedor da Misericórdia de Vila do Bispo, tendo mandado erigir uma creche-infantário.
Em 1942, integrou o executivo da Câmara Municipal de Vila do Bispo, na qualidade de Vereador. No decorrer do seu mandato empreendeu a construção de várias estradas municipais. Também esteve ligado à electrificação do Concelho e à construção de Escolas Primárias.
A 31 de Julho de 1960 foi transferido para as paróquias de Lagoa e Estombar. Tomou a seu cargo a recuperação da Igreja de Lagoa, inaugurada em 1963, e em Carvoeiro encarregou-se da ampliação da capela. Participou, também, na vida social tendo sido Presidente da Santa Casa da Misericórdia e Presidente dos Bombeiros Voluntários. Colaborou na vida associativa de várias colectividades locais.
Durante estes anos continuou a sua carreira no Ensino tendo leccionado na Escola Técnica de Silves, na Escola Técnica de Portimão (11 anos), e na Escola Preparatória D. Sancho I de Lagoa (12 anos), onde se reformou no ano de 1987.
Em 1977 apareceu pela primeira vez num programa de televisão, o "70x7" da RTP, dedicado à sua carreira pastoral e poética. A sua carreira literária iniciou-se com a publicação pela paróquia de um livro de poemas intitulado "Horas do meu silêncio", em 1980. Dois anos depois iniciou a publicação do Boletim Paroquial. Em 1990 voltou a ser convidado, desta vez pela RTP - Porto, para o programa "Às Dez" dedicado ao Algarve, onde falou sobre a poesia regional. Em 1993, a Câmara Municipal de Lagoa publicou postumamente a obra "Uma Vez Mais ...poesia e prosa de Padre Martins Oliveira".
Foi ainda responsável pela construção do monumento ao Imaculado Coração de Maria, em Lagoa, inaugurado em 1989, e pela recuperação das 3 capelas dos Passos espalhadas pela cidade.
Em 1987, pelo seu aniversário, foi homenageado pela Escola com a oferta de uma pintura a óleo. Em 25 de Setembro de 1990 foi agraciado com a medalha de Mérito Municipal do concelho de Lagoa e em 1992, tendo já falecido, foi escolhido como patrono para a Escola Secundária desta vila.
Veio a falecer de uma embolia cerebral em 1991 após uma vida dedicada ao próximo, ao ensino e à cultura.

Destaques

» Manuais escolares 2017/2018 disponíveis no menu Alunos/EE

 

 

Oferta Formativa 2017/2018

Plano Anual de Atividades

PAA Novembro

BLOGUE DO PROJETO LER HOJE

LOGOLER+ESPAMOL

BLOGUE DE FRANCÊS

Bandeira Francesa

BLOGUE DE INGLÊS

english-is-fun

ESPAMOL © AGRUPAMENTO ESPAMOL

Designed by www.diablodesign.eu.